Sem categoria

Conferir “Camadas, protocolos, pilhas, quadros, datagramas…arrrghhhh!” em ITnerante

Encaminhando alguns posts de blogs de boa referencia, coloco agora sobre camadas, protocolos etc do itnerante! Esse sim é bem considerado!!!

 

–===Camadas de protocolos===–

 

Camadas, tantas camadas, que às vezes nos perguntamos, o porquê delas…eu mesmo ficava me debatendo sozinho, porque tinha que estudá-las…Enfim, fiz um resumo com base no livro do James Kurose – REdes de computadores e a internet – uma abordagem Top Down – que por sinal, excelente livro!

A arquitetura de camadas funciona, a grosso modo, como uma empresa de correios, em que cada camada, ou setor da empresa, possui uma determinada funcao, nao so para correios, como tambem, uma linha de montagem em serie, em que cada parte do carro é montada  em um local diferente. É importante observar que, para qualquer parte dessas ‘camadas’, desses setores da fábrica de automóveis, ou de dos correios, funcionar, é necessário que exista certas regras, políticas – os protocolos. Eles, abruptamente em outras palavras, são regras definidas de como certo serviço deve funcionar, deixar de funcionar, ou seja, ele que rege todo e qualquer processo de comunicação. Esses mesmos protocolos são dispostos em CAMADAS, e a relação protocolo+camada, fornece SERVIÇOS à próxima camada.

Quando tomadas em conjunto, os protocolos das várias camadas são denominados PILHA DE PROTOCOLOS que são formadas por  5 camadas a saber(modelo TCP):

** APLICAÇÃO-TRANSPORTE-REDE-ENLACE-FÍSICA**

Lembrem-se: o que distingue o modelo OSI do TCP é que no segundo modelo, não possui a camada de Sessão e nem de Apresentação – por serem, de certa forma, mais teóricos.

*CAMADA DE APLICAÇÃO

A camada de aplicação é onde residem aplicações de rede e seus protocolos. Ela inclui muitos protocolos, tais como HTTP (que é um Protocolo de Transferência de Hipertexto, ou seja, que provê requisição e transferência de documentos pela Web), o SMTP ( que provê transferência de mensagens de correio eletrônico) e o FTP (transferência de arquivos entre dois sistemas finais, ou seja, máquinas origem e destino). Essa camada é a mais próxima do usuário.

 

*CAMADA DE TRANSPORTE

A camada de transporte da Internet TRANSPORTA MENSAGENS da camada de aplicação entre os lados do cliente e servidor de uma aplicação. Há dois protocolos de transporte na Internet: TCP e UDP, e qualquer um deles pode levar mensagem de camada de aplicação. O TCP provê serviços ORIENTADOS À CONEXÃO para suas aplicações. Alguns desses serviços são a ENTREGA GARANTIDA de mensagens da camada de aplicação ao destino e CONTROLE DE FLUXO (isto é, compatibilização das velocidades remente-servidor). O TCP também fragmenta mensagens longas em SEGMENTOS mais curtos e controle de CONGESTIONAMENTO, de modo que uma origem regula sua velocidade de transmissão quando a rede está congestionada.

O protocolo UDP visa serviço NÃO ORIENTADO à conexão às suas aplicações. Umas das principais diferenças entre o UDP e o TCP é que o primeiro, é mais rápido do que o segundo. Um pacote na camada de transporte é denominado SEGMENTO. É só lembrar que o TCP segmenta as mensagens longas em pequenos, novamente, segmentos…rs.

 

*CAMADA DE REDE

A camada de rede é responsável pela MOVIMENTAÇÃO, de uma máquina para outra, de pacotes de rede conhecidos como DATAGRAMAS. O protocolo de transporte (TCP ou UDP) em uma máquina de origem passa um segmento de camada de transporte e um endereço de destino à camada de rede. Exatamente como vocês passariam aos correios uma carta com um endereço de destinatário. A camada de rede então, visa o serviço de entrega do segmento à camada de transporte do destinatário.

Essa camada tem dois componentes principais – protocolo que define os campos no datagrama – Protocolo IP – existe apenas um único IP. O outro componente importante é o protocolo de roteamento que determina as rotas que os datagramas seguem entre origem e destino, por exemplo, protocolo RIP e OSPF.

 

*CAMADA DE ENLACE

A camada de enlace roteia um datagrama por meio de uma série de COMUTADORES, denominados ROTEADORES (pode ser ROTEADOR ou SWITCH, entre origem e destino. Para levar um pacote de um nó ao nó seguinte, a camada de rede depende dos serviços da camada de enlace. Em particular, em cada nó, a camada de rede passa o datagrama para a camada de enlace, que o entrega, ao longo da rota, ao nó seguinte, no qual o datragama é passado da camada de enlace para a de rede. Exemplos de protocolos da camada de enlace: ETHERNET e PPP. Na camada de enlace os pacotes são denominados QUADROS.

 

*CAMADA FÍSICA …(Ufa, até que enfim…chega de camadas!)

Enquanto a tarefa da camada de enlace é MOVIMENTAR QUADROS inteiros de um elemento da rede até outro, a camada física é MOVIMENTAR OS BITS individuais que estão dentro de um quadro da camada de enlace. Essa camada, está relacionada mais ao serviço ‘braçal’ da arquitetura de camadas, isto é, à parte mecânica que é receber e propagar bits, pulsos elétricos, dentre outros. À medida que se sobe as camadas, o grau ‘intelectual’ aumenta, partindo da parte de ‘rala’ que é a camada física até a de gestão de administração – camada de aplicação.

==========================================================>>>

Fonte:http://www.itnerante.com.br/profiles/blogs/camadas-protocolos-pilhas?xg_source=activity

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s