É notícia, Educação

Professor chora emocionado em corredor de aplausos

Professor, na etimologia da palavra, deriva do Latim professus, “aquele que declarou em público”, do verbo profitare, “declarar publicamente, afirmar perante todos”, formado por pro-, “à frente”, mais fateri, “reconhecer, confessar”. Trata-se de uma pessoa que se declara apta a fazer determinada coisa – no caso, ensinar [1].

Para este professor,  LUIZ ANTÔNIO JARCOVIS, foi muito mais. Veja essa matéria que pesquei na pagina atividadeparaprofessor e acredito que você também vai se emocionar. E mais: cenas como essa serão raras futuramente. Ou professor não vai conseguir se aposentar ou vai migrar de profissão.[Martony Demes]

Confiram:

o pelo seu trabalho. Se você é professor então, meu Deus! Diante de tantas lutas que enfrentamos dia a dia e o grande descaso, acabamos por nos sentir bastante desvalorizados. Mas nem tudo está perdido! Nesta semana uma homenagem feita a um professor deixou a todos emocionados!

Professor chora emocionado com aplausos:

video-professor-chora-aplausos

Era o último dia de trabalho do professor de Ciências Escola Estadual Almirante Custódio José de Mello, no bairro de Vila Granada, na zona leste de São Paulo. O nome do professor: Luiz Antônio Jarcovis. Alunos e colegas de trabalho decidiram homenageá-lo com um ‘corredor de aplausos’ por volta das 18h30 do dia 24 de fevereiro de 2017. A ideia partiu da diretora da escola, Mônica Matta. Ela gravou o momento em que o professor Jarcovis é surpreendido por todos ao fim da aula e ao se emocionar, cai no choro. Ao postar o vídeo em seu Facebook, este viralizou.

Como não se emocionar em ver um mestre sendo ovacionado por seus alunos. Isso faz todos os anos de dedicação ao ensino valerem a pena.

professor-luiz-antc3b4nio-jarcovis-corredor-de-aplausos

A diretora Mônica disse à BBC Brasil: “Foi muito emocionante. Todo mundo está muito emocionado. Sabíamos que seria o último dia de aula dele e resolvemos fazer uma surpresa”. “É o sonho de qualquer professor. Temos de ser mais valorizados”, acrescentou Mônica.

Veja também o vídeo:

O professor se aposentou depois de 31 anos e 1 mês lecionando em escolas da rede estadual. Que linda homenagem!

O vídeo do professor de São Paulo lembra outro vídeo que também repercutiu nas redes sociais, quando um corredor de alunos aplaudindo foi formado para a despedida do professor de Educação Física, Alain Donnat, na França.

Fonte de inspiração dessa postagem: fonte

É notícia, Concursos

Concurso do IFPI – TAE e Docente – Suspenso Temporariamente

Uma informação de última hora: o concurso do IFPI foi suspenso devido a uma ação na JF-PI e, creio eu, por cautela, o Instituto resolveu suspender temporariamente o certame e aguardar a decisão judicial.
Segue a matéria completa disponível na página do IFPI:
O Instituto Federal do Piauí (IFPI) decidiu suspender, temporariamente, os concursos para técnicos-administrativos em educação e para professor do ensino básico, técnico e tecnológico.

De acordo com a Comissão de Seleção de Pessoal (CSEP), a decisão foi tomada em virtude de processo que tramita na Justiça Federal – Seção Judiciária do Piauí – questionando os critérios de reserva de vagas para autodeclarados negros e pardos.

“Diante das divergências de entendimentos quanto à aplicação da Lei n° 12.990/2014, o IFPI decidiu pela suspensão temporária dos concursos até a decisão judicial quanto ao tema, para salvaguardar o direito dos candidatos já classificados no concurso de técnicos-administrativos, bem como à continuidade das etapas do concurso de professor”, diz a nota divulgada pela Comissão.

Os interessados deverão acompanhar as informações relativas aos concursos por meio do Portal do IFPI na internet: www.ifpi.edu.br.

Nota de esclarecimento

Suspensão – Edital 79/2016 – Técnico-administrativo em Educação

Suspensão – Edital 80/2016 – Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico

Fonte: IFPI

É notícia, Sistema de informação, TI, Universidade

MESTRADO ACADÊMICO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO – UECE

Dica bacana para pessoal de TI:

O Reitor da Universidade Estadual do Ceará – UECE, Prof. Dr. José Jackson Coelho Sampaio, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, torna público através da presente Chamada Pública de Seleção, para conhecimento dos interessados, que estarão abertas as inscrições para seleção pública ao Curso de Mestrado Acadêmico em Ciência da Computação, do Centro de Ciências e Tecnologia, com Área de Concentração em Ciência da Computação, criado pela Resolução 2834-CEPE de 08/06/2005 e recomendado na 93ª Reunião do CTC da CAPES em 22/08/2006, nas datas e demais condições especificadas na presente Chamada Pública.

Nome do curso: Mestrado Acadêmico em Ciência da Computação – MACC.

Área de concentração: Ciência da Computação.

Linhas de pesquisa:

Sistemas de Computação;

Sistemas de Informação.

Perfil dos candidatos:

Poderão se inscrever portadores de diplomas de graduação plena em Ciência de Computação, Engenharias, Matemática, Física ou áreas afins.

Vagas: Serão oferecidas no máximo 20 (vinte) vagas.

Inscrições

Local: as inscrições poderão der feitas na Secretaria do Curso, na secretaria da Coordenação do Mestrado Acadêmico em Ciência da Computação (MACC), localizada no Prédio da Pesquisa e Pós-Graduação em Computação (PP-COMP) do Campus do Itaperi, Av. Paranjana 1700, Fortaleza – CE, Telefone: (85) 3101-9776. Serão aceitas inscrições via correio desde que a documentação seja postada com aviso de recebimento (AR) no período de inscrição.

Período: de 29 de outubro de 2013 à 02 de dezembro de 2013.

Horário: de 8 às 12 horas e de 13 às 17 horas.

Documentos necessários para inscrição:

  1. Formulário de Inscrição disponível na Secretaria do curso ou em www.uece.br/macc/.
  2. Diploma de graduação ou declaração de estar concluindo o curso, emitida pela instituição de origem e Histórico Escolar. A matrícula ficará condicionada à apresentação do Diploma de Graduação ou documento comprobatório da conclusão do curso oficialmente reconhecido (cópia autenticada ou cópia com apresentação do original).
  3. Curriculum Vitae no modelo da plataforma Lattes/CNPq (http://lattes.cnpq.br/) acompanhado dos documentos comprobatórios na mesma ordem de apresentação do currículo.
  4. Pelo menos duas (02) Cartas de Recomendação, conforme o modelo disponível em www.uece.br/macc/, emitidas e assinadas por, pelo menos, dois (02) docentes ou profissionais da área de Computação.
  5. Projeto de Pesquisa preliminar que contemple um tema das linhas de pesquisa do MACC. O projeto de pesquisa deve conter: tema do projeto, revisão bibliográfica, contextualização, objetivos, metodologia, bibliografia e cronograma de trabalho.
  6. Comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 80,00 (oitenta reais), paga em qualquer agência do Banco do Brasil, creditada à Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da UECE,conta corrente26.038-X, agência 008-6, do Banco do Brasil. Em hipótese alguma, a taxa de inscrição será devolvida.
  7. Resultado do Exame Nacional para Ingresso na Pós-Graduação em Computação (POSCOMP). A apresentação deste documento não é obrigatória para a realização da inscrição, entretanto, conforme explica a seção Critérios de Seleção (ver abaixo), o cálculo da nota final do candidato leva em conta o resultado do POSCOMP.

Com exceção do resultado do POSCOMP, a não apresentação de qualquer um dos documentos arrolados acima até o final do período de inscrição acarretará o indeferimento da inscrição do candidato.

Prof. Joaquim Celestino Júnior, DSc

Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Mestrado Acadêmico em Ciência da Computação (MACC)
Núcleo de Projetos em Tecnologia da Informação (NPTEC)
Laboratório de Redes de Computadores e Segurança (LARCES)
(85) 3101.9776 – 8932.1958

É notícia, Concursos

“Concurso” HU – Temporário: 6 meses?

Olha, tem coisas que eu não entendo. Como pode uma empresa (orgão) publica abre uma seleção/concurso para profissionais de diversas areas para serviço temporário de 6 mesess. Repito: 6 meses! Parece até periodo de estágio da Servi…Sammm ou daquele site la do Piaui o da meia volta….
Mas que carreiras quer formar com esse tempinho?
E o que uma desenvolver de software – Analista de sistema vai fazer em meio ano? Uma calculadora no Delphi? Ai alguem podedizer “ah mas o HU vai adquirir tais sistemas”… E vai dá tempo de ao menos preparar um edital para licitar algum sistema? E a empresa ganhadora terá 6 meses para isso?

Por que nao faz logo concurso para efetivo? Esse hospital esperou mais de 20 anos para abrir as portas, por que nao pode esperar mais uns 5 a 8 meses que talvez seria o tempo para realizar um concurso de verdade???

Fonte:http://www.ufpi.br/arquivos/File/Agosto/Extrato_Edital_HU_Diario_Uniao.pdf

É notícia, Concursos, Dicas

Ministrar Aulas no Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas em Caxias-MA

Recebi em um grupo de computação!!

Prezados Profissionais,
Estamos realização seleção de professores, em caráter de urgência, para o Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da FACEMA, em Caxias-MA, para as disciplinas:
- Estrutura de Dados(80 horas);
- Programação Orientada a Objetos(80 horas).
- Programação Comercial(80 horas);
Com titulação mínima de especialização. O valor da hora/aula para especialista é de R$ 25,09 e para mestre é de R$38,79, mais ajuda de custo de 26,00 o dia, em vale combustível. Os interessados podem entrar em contato pelo e-mail coord.analise[arroba]facema.edu.br ou pelo telefone (99) 3422-6800.

Devido ao inicio do período letivo as disciplinas estão enquadradas nos dias da semana: quarta, quinta e sexta, das 18:30 as 22:05.
Quaisquer dúvida entrar em contato.

Atenciosamente,

Raimundo Pereira da Cunha Neto
Coordenador do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - FACEMA
contato:coord.analise[arroba]facema.edu.br
É notícia

Google mostra seus servidores

Fale para mim, você já ficou algum dia sem utilizar os serviços do Google, sua resposta com certeza seria não, pois é agora pensa como a empresa manipula toda essa quantidade de informação, de todas as partes do mundo, fornecendo serviços ótimos, com disponibilidade praticamente 24 horas. O Google cresceu assustadoramente nos últimos anos, além de fornecer o serviço de busca, conta com uma gama enorme de aplicativos web, úteis para nosso dia-a-dia tanto em casa quanto nas empresas.

Nas minhas aventuras no twitter , encontrei esse post mostrando justamente o seu funcionamento interno, os servidores. Ela possui servidores em várias partes do mundo, a maioria em grandes containers, com capacidade 1160 servidores interligados, ah essa máquina lá em casa!

Além desses servidores, a Google pretende fazer navios equipados com servidores que serão postos no oceano, onde a geração de energia será feita pelo balanço das ondas, o navio é equipado com equipamentos que o torna auto-suficiente em energia.

—Veja o artigo —

Google mostra ao mundo os seus servidores

O Google nunca foi de mostrar seu funcionamento interno. Temos pouco acesso às entranhas da tecnologia que roda em Mountain View. Podemos dar uma espiada (como diria o Bial) nos artigos científicos publicados por Googlers. Vários destes artigos dão amostras de tecnologias primordiais para o Google. BigTable, MapReduce e PageRank (claro), são algumas delas.

Entretanto, quando o assunto é sobre os seus imensos Data Centers, o Google não costuma dar muitas amostras. Até então. Pois recentemente, a empresa abriu as portas e mostrou como consegue armazenar, utilizar e dar manutenção em centenas de milhares de computadores eficientes.


Ampliado
A surpresa dos especialistas foi descobrir que cada servidor possui uma bateria autônoma de 12 volts. Caso aconteça algum problema com o fornecimento de energia são essas baterias que fazem as máquinas continuarem a trabalhar.Em uma conferência sobre eficiência em Data Centers, o Google revelou detalhes do funcionamento e práticas usadas para alcançar melhor uso da energia e resfriamento de suas máquinas. Ao contrário de outras grandes empresas, o próprio Google desenha e constrói seus servidores.

A surpresa dos especialistas foi descobrir que cada servidor possui uma bateria autônoma de 12 volts. Caso acontença algum problema com o fornecimento de energia são essas baterias que fazem as máquinas continuarem a trabalhar.

A abordagem de baterias individuais para cada servidor tem uma boa e grande razão: redução de custos. Usar uma bateria junto ao servidor é mais barato e os custos crescem em razão do número de servidores. Data centers tradicionais, usam grandes baterias (chamadas de uninterruptible power supplies – UPS) para garantir suprimento de energia ininterrupto antes de um possível gerador de energia entrar em funcionamento. Desta forma, quando é preciso aumentar a capacidade das baterias, compra-se outra gigantesca máquina: muito dinheiro e desperdício de dinheiro. Além disso, os UPS alcançam de 92% a 95% de eficiência, em contraste com 99% de eficiência na abordagem do Google. Segundo a empresa, as expectativas da Agência de Proteção Ambiental para o ano de 2011 em termos de eficiência já foram alcançados no Google.

“Isso é muito mais barato que grandes UPS centralizados”, comenta Ben Jai, designer dos servidores Google. “Não há capacidade perdida”

O Google também revelou que seus data centers são construídos com base em grandes containers (sim, que nem aqueles que vemos nos portos). Cada um pode abrigar 1.160 servidores e o consumo total pode chegar a 250 kilowatts. Eu não queria pagar essa conta de luz.

Cada servidor tem 8,8 centímetros de largura, com 2 processadores (x86 da AMD e Intel), 2 discos rígidos e 8 slots de memória, tudo numa placa-mãe fabricada pela Gigabyte.

A empresa tem um forte foco na eficiência em energia e pretende ajudar outras empresas a diminuir custos. Além de ajudar o meio ambiente, desperdiçando menos eletricidade. Entre os interesses do Google, ainda estão: cooling (resfriamento), distribuição de energia e cuidados para que ar quente e frio se misturem.

Outra amostra da perseverança do Google com efieciência é o design das Fontes de alimentação de energia (ou apenas Power Supplies). Elas convertem a convencional eletricidade AC (corrente alternada) em DC (corrente direta). As fontes geralmente fornecem energia DC tanto a 5 quanto 12 volts. Já nos servidores do Google, há apenas 12 volts com a conversão sendo feita dentro da placa-mãe. Aumentando em poucos dólares o preço da placa-mãe, mas diminuindo o preço das Power Supplies e fazendo com que as fontes sejam mais eficientes por sempre estarem mais perto do pico da capacidade.

O Google enfrentou nestes 10 anos grandes desafios para garantir a escalabilidade dos seus serviços. Manter a caixa de busca online 24h por dia da forma mais eficiente possível mostrou-se uma obcessão e rendeu frutos. A empresa possui Data Centers eficientes e amigáveis a natureza.

Fonte/Fotos: CNET

Enfim, agradeço ao Felipe Hummel do blog http://googlediscovery.com/ pela contribuição.